A Associação Meditar é uma sociedade civil sem fins lucrativos, não religiosa ou doutrinária. O primeiro núcleo surgiu em Porto Alegre-RS, e, atualmente, possui núcleos nas cidades de Santa Cruz do Sul, Lajeado, Novo Hambugo, Santa Maria, São Francisco de Paula, Capão da Canoa, Florianópolis, Chapecó e Cuiabá.

A Associação Meditar se propõe a: Difundir a prática da meditação; Congregar os praticantes da meditação; Coletar e divulgar os benefícios à saúde física e mental promovidos pela prática adequada da meditação; Criar, apoiar e promover a difusão de locais adequados para a prática de meditação (Núcleo ou Centros Meditar) no Brasil e no exterior; inclusive, com sedes rurais para abrigar seus membros em vida comunitária voltada à meditação, ao estudo, ao trabalho natural na terra, à contemplação da natureza.

Dedica-se a orientar a iniciação e o desenvolvimento das pessoas (empresa, escolas, associações) na meditação de forma clara, simples, objetiva e segura; Promover cursos, palestras, workshops, retiros e atividades voltadas à prática da meditação; Incentivar e promover a atitude mediativa, altruísta e pacífica, que implique na paz interna e externa, na não-violência, no respeito pela natureza, alimentação natural, bons valores humanos, no conhecimento e na sabedoria.

A Associação Meditar de Cuiabá se reúne as 4ª feiras - 20 h - e aos sábados - 8 h - para meditar e estudar na Academia Ligia Prieto. Endereço: Rua Min.João Alberto, 137 – Araés - Cuiabá. Informações pelo tel. (65)3052-6634.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Passageiro


Despido das vestes que não escolhi
Dos gestos que não são meus
Tento ser o que de essencial existe em mim
Sou todos e nem um
Sou o vazio que persiste
sou o discurso sem palavras ou intenções
o abraço eterno entre a origem e o fim

sou a verdade que de tão incerta
vive procurando razão
no que sempre será vivo enigma
ou obscuro objeto
que nunca estará seguro
entre os dedos da mão

sou o que vai aos extremos
para descobrir o repouso
que sempre esteve no meio do caminho
sou a certeza de que tudo passa
as obras, as intenções, Romas, Manhattans
e outras Babilônias.

(Autor: Paulo Wagner Moura de Oliveira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário